Buscar

Previ reduz taxa de carregamento


A partir de abril deste ano, a taxa de carregamento cobrada no Plano 1 e no Previ Futuro passará de 4% para 3,5%.

Conforme publicado em 19 de janeiro na matéria Premissas atuariais são revisadas, a redução foi autorizada após estudos internos de viabilidade e representa o esforço da Previ na busca pela diminuição gradativa de seus custos operacionais.

A medida também atende a uma antiga reivindicação dos associados.

A taxa de carregamento incide sobre cada contribuição feita ao plano e é usada para cobrir despesas administrativas.

É importante diferenciá-la da taxa de administração, que incide sobre o saldo total de contas do participante.

A perenidade da Previ A cobrança das taxas de carregamento e de administração é imprescindível para manter a previsibilidade de entrada de recursos necessários para cobrir as despesas administrativas e com investimentos.

Estudos constantes na relação de custos são realizados para avaliar as taxas cobradas e garantir que sejam as mais favoráveis aos associados, sem deixar de lado a segurança necessária para manter a perenidade do plano.

A Previ é o maior fundo de pensão do Brasil e, ao longo de seus quase 118 anos de existência, tem cumprido sua missão de pagar benefícios a todos nós, associados, de forma eficiente, segura e sustentável. Isso só é possível porque a Entidade está embasada em um modelo de governança robusto e no compromisso com seu propósito de cuidar do futuro das pessoas.

Fonte: https://www.previ.com.br/


(41) 3223.4907