Trabalhando em prol dos
Aposentados e Pensionistas
do Banco do Brasil
no Estado do Paraná.

Clique sobre a imagem para abrir a publicação

Relatório das Atividades AFABBPR - 2016

Associação dos Funcionários Aposentados e Pensionistas do Banco do Brasil no Estado do Paraná.

 

Ao corpo de associados e aos senhores membros dos Conselhos Fiscal e Deliberativo.

Curitiba(PR), março/2017

Conforme art. 20, letra “c” do Estatuto Social, temos a honra de apresentar-lhes este documento, que explana as principais realizações e atos desenvolvidos pela Diretoria Executiva durante o ano de 2016.                        

 

ATUAÇÃO POLÍTICA  E ADMINISTRATIVA:

Atendendo ao que determina o nosso estatuto sempre apoiamos a nossa Previ, a Cassi e o Banco do Brasil, como as principais instituições que nos servem de exemplo e amparo, e às quais devemos gratidão e respeito.

Dessas três instituições, a Previ foi a que mereceu nossa atenção mais acurada. Dessa forma sempre estivemos atentos a tudo o que diz respeito aos seus atos administrativos, durante o ano de 2016, sempre lembrando que ela, Previ, é a fonte do nosso sustento e dela depende nossa sobrevivência e das nossas famílias.

Dentro desse raciocínio observamos o que vem acontecendo com outros fundos de pensão que, por terem sido mal administrados ou em função de interesses espúrios instalados em suas diretorias, tiveram seus patrimônios desonestamente dilapidados, a tal ponto que seus participantes, ou assistidos, foram chamados a contribuir extraordinariamente para suprir os recursos que foram desviados, sob pena de extinção do plano e dos benefícios dali oriundos.

Diante desses fatos logicamente ficamos temerosos de que algo parecido poderia ocorrer conosco, e expressamos tais receios aos dirigentes do nosso fundo de pensão, através de correspondências ou comunicados que, inclusive, levamos ao conhecimento do nosso corpo social, visto que nosso objetivo e dever, como Associação representativa, incluem manter nossos associados cientes dos fatos e também cientes da nossa atuação administrativa, frente a tais percalços.

Talvez em certos momentos tenhamos exagerado, em nossos peticionamentos à Previ, clamando por ações difíceis de serem tomadas em nosso favor. Se assim agimos, certamente a isso devemos nossos fortes receios e cuidados, tentando prevenir eventuais malefícios no futuro.

A propósito, destacamos que a Previ foi considerada, pela CPI dos fundos de pensão, como modelo a ser seguido, trazendo-nos o alento e a segurança a que todos nós almejamos. Independente disso permaneceremos atentos aos atos administrativos da Diretoria da Previ, cabendo-nos interferir quando acharmos necessário, diante de alguma atitude administrativa que por acaso nos prejudique.

Cabe-nos lembrar que há alguns anos a Previ instituiu o procedimento conhecido como “Renda Certa”, contra o qual nós nos rebelamos e entramos na Justiça pedindo detalhes para elucidar como foram calculados os benefícios, pagos a um grupo de aposentados, fornecendo-nos os respectivos nomes e valores creditados para cada beneficiário.  Vencemos a ação em 08.07.2015 (Ação de Exibição de Documentos), documento transitado em julgado.  Nada obstante e incompreensivelmente, até o momento a Previ não apresentou a documentação solicitada.

Outro ponto discordante foi a aprovação do teto salarial dos senhores diretores da Previ, cujos valores extrapolam o maior valor permitido pela nossa Constituição, e que gera aposentadorias milionárias. O assunto precisa do parecer da PREVIC, a quem já solicitamos apurada atenção e rigorosa observação das normas constitucionais, indeferindo o pleito da Previ ou reduzindo substancialmente os seus valores, adequando-os à realidade, principalmente nestes tempos de crise que infelizmente assola nossa sociedade em geral.  Em não surtindo os efeitos por nós desejados, outra vez poderemos recorrer à Justiça, solicitando que a Previ nos ofereça a documentação necessária, que na ocasião arrolaremos.

DIRETORIA FINANCEIRA

Encerrado o ano de 2016 é hora de avaliarmos os resultados e atividades realizadas. Apesar da instabilidade econômica e cientes das dificuldades financeiras pelas quais alguns de nossos associados passam e, dos custos elevados que o Banco do Brasil nos impõem, verificamos que apresentamos um superávit no ano de R$ 83.544,47.

Realizamos as tradicionais atividades sociais, como aniversariantes do mês, dia das mães, aniversário da nossa Afa e a comemoração de final de ano, além de outras atividades como palestras ministradas pela Cassi visando qualidade de vida e saúde aos nossos associados.

Destacamos também que mensalmente repassamos recursos ao nosso grupo de voluntariado, destinando os mesmos para atividades sociais aos necessitados.

Visando minimizar as despesas mensais que o Banco nos cobra, ou seja, R$ 2,90 por débito realizado na conta dos associados, estamos pedindo que se destinem os débitos das mensalidades para a Previ, pois ela nos cobra R$ 1,50 por lançamento, proporcionando-nos uma economia mensal em torno de R$ 2.500,00.

Por fim verificamos que encerramos o ano com um saldo de mais de R$ 300.000,00, que nos dá segurança frente eventuais necessidades futuras e possibilidades de melhorias/ampliação das nossas instalações.

 

DIRETORIA SOCIAL

O Informativo editado pela Diretoria Social, (Revista) em dezembro/2016, e distribuído para o corpo social, fornece informações detalhadas sobre várias atividades realizadas sob a supervisão do Diretor Social, Sr. Eleucípio Vera Barreto. O grupo “VOLUNTÁRIOS DA VOLUNTÁRIOS”, exerce suas atividades vinculadas à Clínica Cassi, de Curitiba, tendo como Coordenadora Geral a Sra. Tânia Mara Ribas de Abreu, operando em conjunto com os demais setores administrativos da Associação. 

Principais Realizações

Em fevereiro promovemos a comemoração dos sócios aniversariantes em janeiro e fevereiro, recepcionando-os em nossa sede social com um singelo lanche. Esse evento é repetido bimestralmente durante ano.

Almoço comemorativo ao Dia das Mães, realizado no Restaurante Siciliano, contando com mais de duzentas e cinqüenta associados e seus familiares e abrilhantado pela presença e atuação do Coral Sintonia.

Comemoração do aniversário da AFABB/PR, ocorrido em agosto, realizado na Fazenda Thalia e posteriormente uma Tarde Cultural em nossa sede.

 

Outubro Rosa: Em outubro, recebendo o benefício da parceria existente com a Cassi-Curitiba, foi realizado em nossa sede palestras e orientações sobre saúde. As atividades contaram com grande número de presentes, recepcionadas com um saudável café da manhã.

Novembro Azul: Foi a vez de reunir os homens para participarem, também em conjunto com a Cassi, do evento alusivo aos principais problemas masculinos, abordando causas e soluções para minorar ou mesmo evitar dissabores causados naturalmente pela idade. Aproveitando a reunião e considerando o final do ano, promovemos na oportunidade recepção especial aos aniversariantes de novembro e dezembro.

Viagem do pessoal do curso de Neurolinguística para a Colônia Witmarsum.

Jantar de Fim de Ano: O jantar comemorativo de Fim de Ano reuniu mais de trezentas pessoas, entre aposentados, pensionistas e seus familiares, no Restaurante Siciliano, em Santa Felicidade, Curitiba. O grande sucesso do evento foi realmente marcante, pela satisfação geral dos participantes, que não economizaram elogios ao principal acontecimento social do ano.

 

A seguir reproduzimos o texto elaborado pela Sra. Marlene Mendes Lagos, idealizadora do projeto “Voluntários”, e diretamente vinculada à CASSI, de quem recebe as informações e orientações gerais especialmente para atuação junto ao grupo de “visitadores”.

 

“Voluntários da Voluntários”

Marlene M. Lagos.

 

O ano que passou foi bastante proveitoso nas nossas visitas, indicadas pela Cassi.  Assim, atendemos 27 pacientes visitando-os tanto em suas casas como em hospitais e nas casas de repouso num total de mais de cem visitas.  Contamos para isso com um grupo maravilhoso de voluntários, cujos nomes damos abaixo em ordem alfabética. Além deles, também merecem nossos agradecimentos os múltiplos profissionais de saúde da Cassi,  que muito colaboraram para o bom êxito do trabalho dos voluntários visitadores da AFABB/PR. Realmente sem esse grupo nada poderíamos fazer. É um grupo que recebe instruções da Cassi, de forma que possam levar aos nossos doentes um pouco de carinho, solidariedade e muito amor.

Todas as nossas visitas foram um sucesso e os visitados sempre nos solicitam uma nova visita, o que fazemos com muito prazer. Quando possível levamos nessas ocasiões uma lembrancinha da AFABB, como nossa revista, um livrinho de anotações etc. Alguns nos solicitam algumas frutas e sempre que possível atendemos.

Esse trabalho voluntário é muito gratificante e nos enche de orgulho principalmente quando vimos o sorriso nos lábios ou mesmo uma lágrima nos olhos dos pacientes que atendemos. De todas as nossas visitas damos ciência à Cassi, informando-a das demandas dos assistidos, das suas necessidades naquilo que  pudemos atender, às nossas dispensas, como, por exemplo, a reforma do banheiro de um doente, que não tinha nem mesmo uma cadeira para banho.

Por sugestão de um voluntário visitador, dedicamos a colocação de uma lente de cor verde para um doente que fez operação de catarata. Ele está muito feliz com seus “olhos verdes”.

Queremos registrar nosso agradecimento à Cassi, que através do seu corpo diretivo sempre nos atendeu com a máxima lhaneza em tudo o que  foi possível. Um agradecimento muito especial ao nosso “Coral Sintonia”, que se fez presente em diversas casas de repouso, onde se encontram diversos internados, levando um pouco de alegria e ternura que só a música pode proporcionar. O Coral Sintonia, entre outras apresentações, atuou nas 3 unidades da Casa de Repouso e Lar dos Idosos “Arte e Cuidar”.

Por último, quero relembrar que envelhecer é preciso. Mas temos que envelhecer com dignidade, aproveitando o que a vida nos oferece de melhor, procurando evitar as doenças que exigem cuidados permanentes. Para isso é preciso uma vida saudável, sem vícios, alimentando-se da melhor forma possível, sem gordura, refrigerantes e produtos industrializados, pouco sal e açúcar, exercícios físicos, tendo por base alimentar muitas verduras e frutas, administrando o “stress”, tendo motivação para a vida, principalmente consultando seu médico de família no mínimo duas vezes por ano.

Abaixo, relação dos heróicos visitadores.

(Venha também fazer parte deste grupo).

 

Alvino Franzoni, Ceci Ribeiro, Elza Maria Mendes, Emerson Luiz Kajiwara de Rezende, Hermilo Bonafim, Isabel de Oliveira, José Branco Bezerra Neto, Magno Raulino Nunes Marisa das Graças Ribeiro Miranda, Marisa Migdalski, Marlene Mendes Lagos, Moacir Finardi, Nereu João Lagos, Rosemar Huss, Sueli Wu, Tânia Mara Fritzsehe, Tânia Mara Ribas de Abreu, Tomaz Escobar Alcaras, Vitor Aparecido Belezze, Walter Zacarias Bosa, Yone Montibeller e Zilma Zotti.

CONSELHO FISCAL

Todos os balancetes mensais passaram pelo exame dos senhores membros do Conselho Fiscal, ficando registradas em atas as deficiências encontradas no âmbito contábil, bem como os aconselhamentos e orientações para sanar tais erros.  Extremamente meticulosos, o rigoroso exame da documentação sempre mereceu dos senhores Conselheiros cuidados especiais, cuja dedicação aqui agradecemos em nome da AFABB/PR.

 

 

CONSELHO DELIBERATIVO

Nas reuniões do Conselho Deliberativo, conforme descrito nas atas respectivas, não apenas os Conselheiros verificaram os balancetes mensais apresentados pela Diretoria Executiva, como discutiram, com bastante profundidade, todos os assuntos anteriormente pautados e que abrangeram importantes tópicos administrativos, inclusive contestando alguns posicionamentos políticos tomados pela Diretoria Executiva, em determinadas situações.  Sempre mantendo quorum a presença de todos, ou da grande maioria, nas reuniões, marcaram o interesse e a dedicação dos senhores Conselheiros pelos destinos da nossa Associação. 

ENCERRAMENTO

Agradecemos penhoradamente, a todos quantos permaneceram confiantes em nossa Diretoria, prestando-nos apoio em todos os momentos de dificuldade pelos quais passamos.

Atenciosamente,

NEREU JOÃO LAGOS

Presidente

Curitiba(PR), março/2017.